Editorial

Fitmetal faz balanço positivo de 2012 e reafirma importância da participação dos trabalhadores para superar os desafios em 2013

 

 

O ano de 2012 foi marcado por muitas lutas e desafios para o Movimento Sindical. Porém, mesmo com todas as dificuldades, a exemplo da crise econômica mundial, 2012 pode ser considerado positivo para os metalúrgicos e metalúrgicas. A avaliação é do presidente da Fitmetal, Marcelino da Rocha, feita na reunião da Diretoria Executiva da entidade, realizada no dia 18 deste mês.

 

As medidas adotadas pelo governo Federal ao longo ano - como a redução progressiva da taxa de juros, ampliação do crédito, desoneração da folha de pagamento e para o desenvolvimento da indústria, por meio do Plano Brasil Maior - ainda que não tenha sido exigida uma contrapartida do setor empresarial, contribuíram para que os resultados obtidos este ano fossem diferentes do que o previsto no início de 2012.

 

“Na reunião da Diretoria da Fitmetal, realizada em janeiro, tínhamos a expectativa de que um dos grandes desafios seria os reflexos da crise externa, que ainda hoje atinge a Europa e os Estados Unidos. Temíamos que a crise impactasse em nosso País, especialmente sobre os trabalhadores. No entanto, soubemos transformar as adversidades da crise em grandes oportunidades, como a geração de emprego, maior distribuição de renda, menores taxas de juros e investimentos na indústria como propulsora da economia”, analisa o presidente da Federação.

 

Acordos

 

A melhoria das condições econômicas possibilitou à Fitmetal e aos sindicatos filiados lutarem por melhores salários e condições de trabalho para os metalúrgicos e metalúrgicas de todo o País. “O discurso dos patrões, de que o mundo estava em crise e, por conta disso, não seria possível conceder reajustes com ganho real, caiu por terra com os altos índices de produtividade registrados pela indústria brasileira e pelo grande número de horas-extras feitas pelos trabalhadores. Com isso, e muita luta, conseguimos fechar bons acordos, que resultaram em ganhos reais nos salários além de outros benefícios”, acrescenta.

 

Unidade

 

Outro aspecto positivo para a Fitmetal em 2012 foi a ampliação da influência da entidade. “Com apenas três anos de existência, hoje contamos com grande respeitabilidade junto ao Movimento Sindical, sindicatos filiados, governantes e perante a sociedade, com participação ativa nas principais lutas dos trabalhadores e trabalhadoras, especialmente dos metalúrgicos e metalúrgicas”, afirma.

 

Participação

 

Um dos grandes eventos promovidos pela Fitmetal em 2012 foi o seminário “A valorização do trabalho na nova política industrial brasileira”, no dia 20 de abril, em Betim (MG), que contou com grande participação de trabalhadores, representantes do movimento sindical, sociedade civil e do setor industrial.

 

O seminário integrou a agenda do Grito de Alerta contra a desindustrialização, realizado em diversas capitais do País, como em Porto Alegre (RS), no dia 26 de março, que contou com a participação de mais de dez mil pessoas, entre integrantes de centrais sindicais, trabalhadores, empresários e estudantes – sendo mil metalúrgicos somente do município operário de Caxias do Sul.

 

Além de promover eventos de grande repercussão, como o Seminário sobre a Festa do Trabalhador, no dia 1º de maio, em várias regiões, e a Plenária Nacional, em junho, em Betim, este ano a Fitmetal participou das principais campanhas, eventos e manifestações organizadas pelo Movimento Sindical, sociedade civil e órgãos governamentais, como o Dia Mundial de Luta - idealizado pela Federação Sindical Mundial (FSM), realizado no dia 3 de outubro em diversas cidades por sindicatos como o dos metalúrgicos do Rio de Janeiro, Bahia e Betim; e o Congresso Extraordinário da União Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos e Ramos Afins (UNTMRA), ocorrido entre 17 e 20 de outubro.

 

A Fitmetal também esteve presente em audiências públicas no Congresso Nacional, em Brasília, que debateram temas importantes e de interesse dos trabalhadores, como o Fator Previdenciário; e nas audiências promovidas pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST) a respeito da terceirização, segurança, medicina do trabalho e organização sindical.

 

Numa demonstração de reconhecimento à sua atuação e importância, a Federação foi convidada e participou do 5º Encontro Sindical Nossa América, realizada no México, de 21 a 23 de maio, e integrou a delegação brasileira que esteve na Alemanha, composta de representantes do governo, empresários e trabalhadores.

 

Eleições sindicais

 

Em 2012, a Fitmetal acompanhou de perto as eleições sindicais em diversas entidades, a exemplo de Camaçari (BA), Pernambuco e Jaguariúna (SP). Também apoiou as oposições às diretorias dos sindicatos dos metalúrgicos de cidades como São Caetano do Sul e São José dos Campos (SP).

 

Eleições municipais

 

A Fitmetal participou ativamente das eleições municipais de 2012, que teve centenas de candidatos a prefeito, vice-prefeito e vereadores oriundos do Movimento Sindical. “Mesmo sendo uma entidade apartidária, a Federação apoiou e defendeu a candidatura de inúmeros companheiros com tradição de luta em defesa dos trabalhadores. Além de ajudarmos a eleger diversos deles, as eleições serviram para projetar lideranças e para o acúmulo de forças para as próximas disputas”.

 

Metas

 

Além do balanço das atividades deste ano, a Diretoria Executiva da Federação referendou as principais tarefas da entidade para 2013, definidas pelo Seminário de Planejamento, realizado em novembro, em São Paulo. Dentre elas, serão priorizadas as lutas pela ampliação e consolidação e da Fitmetal; manutenção da unicidade sindical e do imposto sindical; fim do Fator Previdenciário; defesa dos sindicatos filiados, assim como da democracia, ameaçada pela mídia golpista e a direita.

 

“Certamente, 2013 será um ano de muitos desafios. Mas, como sabemos que os trabalhadores não fogem à luta, com a união, apoio e a participação de todos e todas junto aos seus sindicatos, não tenho dúvidas de que será possível fazer um ano novo diferente e melhor”, conclui Marcelino da Rocha. 

 

 

Enquete

Boletim
Eletrônico

Cadastre-se e receba as
noticias do Sindicato
Rua Santa Cruz, 811 | Centro | Betim - MG | CEP 32600-028 | (31) 3539-6500 | metalurgicosdebetim@metalurgicosdebetim.org.br

Horários de funcionamento do Sindicato:
- Sede: 8h30 às 12h e das 13h às 18h.
Endereço: Rua Santa Cruz, 811, Centro - Betim.
Telefone: (31) 3539-6500.
- Subsede: 8h30 às 16h45.
Endereço: Rua Toyota, 222, bairro Jardim Piemont - Betim.
Telefone: (31) 3597-0260.

Visitas desde junho/2016: 539519
Sindicato dos Metalúrgicos de Betim e Região © 2017 All Rights Reserved.