Notícias - Participações nos Lucros e Resultados

29 de julho de 2015

Denso Térmicos rompe negociações da PLR 2015 com o Sindicato e impõe aos trabalhadores valor aquém do pleiteado pela entidade


A direção da Denso Térmicos, num desrespeito aos metalúrgicos, rompeu, na última quarta-feira (28), as negociações da Participação nos Lucros ou Resultados (PLR) de 2015, que vinha sendo negociada com o Sindicato e a Comissão de Negociação, composta por trabalhadores da empresa.

 

A Denso Térmicos foi ainda mais além: após a última reunião realizada com a diretoria do Sindicato, no dia 28, reuniu os trabalhadores, na ausência do diretor da entidade que trabalha na empresa, para pressionar os empregados a aceitar o valor de R$ 3.400,00 a título de PLR.

 

Como forma de impor ainda mais sua vontade, a direção da Denso Térmicos antecipou o pagamento de R$ 3.000,00, à revelia do Sindicato, que reivindicava o pagamento de R$ 4.650,00, com adiantamento de R$ 4.200,00, ao conjunto dos trabalhadores.

 

No dia seguinte, em mais uma demonstração de autoritarismo, a direção da Denso Térmicos colocou diversos “bate-paus e gerentes dentro dos ônibus e na portaria da fábrica para intimidar o diretor do Sindicato Geraldo Firmino e pressionar psicologicamente os metalúrgicos – vale destacar que o Sindicato não planejava qualquer ato ou manifestação na fábrica.

 

“Não bastasse, a direção da empresa também passou a pressionar os integrantes da Comissão de Negociação para não mais se manifestarem sobre a PLR deste ano. Isso é um absurdo”, criticou Firmino.

 

Práticas antissindicais e antiéticas

 

Para o presidente do Sindicato, João Alves de Almeida, estas atitudes antissindicais, antiéticas e o assédio moral praticados contra a diretoria do Sindicato e os trabalhadores são sinais da volta de uma política atrasada, adotada pela empresa no passado.

 

“Estas medidas da Denso Térmicos são absurdas e inaceitáveis, pois não havia impasse nas negociações. Inclusive, após a reunião do dia 28, uma nova reunião havia sido agendada com a empresa para esta segunda-feira, 3 de agosto. Mas, diante dessas arbitrariedades, a direção do Sindicato não mais comparecerá”, disse João Alves.

 

Segundo o presidente do Sindicato, em nenhuma das negociações de PLR que a entidade conduziu este ano houve um comportamento absurdo como este da direção da Denso Térmicos.

 

Intensificar a mobilização e união junto ao Sindicato

 

Diante da gravidade da situação, João Alves conclama a todos os trabalhadores para intensificarem a mobilização e se manterem unidos ao Sindicato nesta luta.

 

“Neste momento, os trabalhadores não podem se curvar e aceitar tamanha imposição da empresa. Devemos nos manter firmes na luta até a vitória e também permanecermos unidos, uma vez que já iniciamos nossa Campanha Salarial”, orienta João Alves.

 

Ele informa aos trabalhadores que o Sindicato já está tomando as medidas cabíveis para mudar o quadro e para que os metalúrgicos não sofram prejuízos.

 

Fonte: Departamento de Imprensa - Sindbet.

Enquete

Boletim
Eletrônico

Cadastre-se e receba as
noticias do Sindicato
Rua Santa Cruz, 811 | Centro | Betim - MG | CEP 32600-028 | (31) 3539-6500 | metalurgicosdebetim@metalurgicosdebetim.org.br

Horários de funcionamento do Sindicato:
- Sede: 8h30 às 12h e das 13h às 18h.
Endereço: Rua Santa Cruz, 811, Centro - Betim.
Telefone: (31) 3539-6500.
- Subsede: 8h30 às 16h45.
Endereço: Rua Toyota, 222, bairro Jardim Piemont - Betim.
Telefone: (31) 3597-0260.

Visitas desde junho/2016: 962596
Sindicato dos Metalúrgicos de Betim e Região © 2018 All Rights Reserved.