NOTÍCIAS

08 de May de 2017

INSS já convoca para pente-fino beneficiários com mais de 60 anos


O governo já começou a convocar os beneficiários de auxílio-doença com mais de 60 anos para realizar nova perícia médica no pente-fino que está sendo feito nos benefícios por incapacidade pagos pelo INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).

 

 

A revisão teve início no ano passado. Os primeiros convocados foram os segurados mais novos. Depois, em fevereiro, foi a vez dos segurados com mais de 50 anos. E, agora,o INSS está chamando pessoas com mais de 60 anos, segundo uma pessoa com acesso às informações das perícias.

 

Está na mira do governo quem recebe auxílio-doença ou aposentadoria por invalidez há pelo menos dois anos e não passou por perícia nesse período. Serão revisados 530,2 mil auxílios e 1,17 milhão de aposentadorias por invalidez.

 

Os idosos que recebem auxílio-doença não estão livres de serem convocados para o exame. No caso das aposentadorias por invalidez, que devem começar a ser revisadas no segundo semestre deste ano, o beneficiário que completa 60 anos de idade é automaticamente retirado do pente-fino, pois a legislação desobriga idosos inválidos de irem à perícia.

 

 

Segundo o último balanço divulgado pelo Ministério do Desenvolvimento Social, até abril, o INSS já havia feito 87.517 revisões, que resultaram no cancelamento de 73.352 auxílios-doença, oque representa 84% do total.

 

Mais de 11 mil benefícios foram cortados porque o segurado não compareceu à perícia. O governo afirma já ter economizado R$ 1,6 bilhão.

 

CONVOCAÇÃO

 

Os beneficiários são convocados por carta para realizar o exame. Assim que recebe o comunicado, o segurado tem cinco dias para agendar atendimento. Para não ter o benefício cortado, é importante ter exames e laudos médicos atualizados.

*
Corte de benefícios

 

>> Os beneficiários de auxílio-doença com mais de 60 anos começaram a ser convocados para as perícias do pente-fino do INSS

>> Até o início do ano, haviam sido chamados os segurados com até 49 anos

 

>> Em fevereiro, foi a vez das pessoas com mais de 50 anos começarem a ser convocadas

 

>> Agora, o pente-fino chega aos segurados mais velhos

 

 

TESOURA NOS AUXÍLIOS

 

>> O INSS já realizou 87.517 perícias no pente-fino

 

>> Desse total, 73.352 auxílios-doença foram cancelados

 

>> Isso quer dizer que 8 em cada 10 benefícios foram cessados

 

>> Mais de 11 mil foram cortados porque o segurado não compareceu à perícia

 
ENTENDA A REVISÃO

 

>> O pente-fino nos benefícios por incapacidade foi anunciado pelo governo no ano passado, a fim de gerar economia aos cofres públicos

 

>> Em novembro, a medida provisória que criou a revisão perdeu a validade

 

>> Em janeiro, nova medida provisória foi editada e, desde então, os peritos do INSS recebem R$ 60 a cada perícia revisional feita


Na mira do governo

 

>> Na primeira etapa da revisão, estão sendo convocados os segurados que recebem auxílio-doença há mais de dois anos sem passar por perícia

 

>> Em uma segunda etapa, a partir do segundo semestre, serão chamados os aposentados por invalidez

 

>> Escapa quem recebe aposentadoria por invalidez e tem mais de 60 anos

 

>> Porém, quem recebe auxílio-doença não escapa do pente-fino, mesmo com mais de 60 anos

 

QUEM SERÁ CHAMADO

 

Aposentados por invalidez: 1,17 milhão (no país); 272,5 mil (em São Paulo)

 

Beneficiários de auxílios-doença: 530,2 mil (no país); 91,6 mil (em São Paulo)

*

 

FIQUE LIGADO

 

Até o início de abril, foram enviadas 247.937 cartas de convocação

 

 

1- Convocação: o governo envia cartas para os segurados agendarem a perícia de revisão

 

2- Entre em contato: após receber a carta, o segurado terá cinco dias para entrar em contato com o INSS e escolher a data do exame

 

Prepare-se antecipadamente

 

>> Enquanto não é convocado para o exame, o segurado deve se preparar

 

>> Remarque consultas e refaça exames

 

>> Mantenha o laudo médico atualizado pelo menos uma vez por ano

 

Fique atento ao conteúdo do laudo

 

>> Esse é o documento mais importante na perícia

 

>> Ele tem que servir como um relatório da doença

 

>> Quanto mais recente, melhor

 

>> Portanto, retorne ao médico que o atende

 

 

COMO SERÁ A PERÍCIA

 

>> Os médicos peritos vão analisar a situação clínica do segurado

 

>> No dia do exame, ele vai avaliar se a incapacidade física ou mental realmente impede o segurado de voltar ao mercado de trabalho

 

> Para quem tem doenças comportamentais, como depressão, por exemplo, é importante provar que está em tratamento e mostrar a gravidade do caso

 

 

CONVERSÃO EM APOSENTADORIA POR INVALIDEZ

 

O perito do INSS só vai conceder a aposentadoria por invalidez se considerar que o segurado está incapacitado para qualquer tipo de trabalho

-

 

SE PERDER O BENEFÍCIO

 

>> Apresente o recurso por escrito

 

>> Use as informações do laudo médico para detalhar os motivos pelos quais deve continuar recebendo o benefício por incapacidade 

 

 

FONTE: Uol 

Enquete

Boletim
Eletrônico

Cadastre-se e receba as
noticias do Sindicato
Rua Santa Cruz, 811 | Centro | Betim - MG | CEP 32600-028 | (31) 3539-6500 | metalurgicosdebetim@metalurgicosdebetim.org.br

Horários de funcionamento do Sindicato:
- Sede: 8h30 às 12h e das 13h às 18h.
Endereço: Rua Santa Cruz, 811, Centro - Betim.
Telefone: (31) 3539-6500.
- Subsede: 8h30 às 16h45.
Endereço: Rua Toyota, 222, bairro Jardim Piemont - Betim.
Telefone: (31) 3597-0260.

Visitas desde junho/2016: 564906
Sindicato dos Metalúrgicos de Betim e Região © 2017 All Rights Reserved.