NOTÍCIAS

14 de março de 2017

Sindicato chama população de Betim para sair às ruas em defesa da aposentadoria


Em carta aberta que será distribuída nesta quarta-feira, 15 de março, no Dia Nacional de Greves e Paralisações, o Sindicato dos Metalúrgicos de Betim, ao lado das principais entidades sindicais e movimentos da sociedade civil organizada locais, chama a população do município para participar e apoiar os protestos contra a reforma da Previdência, que está sendo proposta pelo governo golpista de Michel Temer, por meio da Proposta de Emenda Constitucional, a PEC 287.

 
Em Betim, haverá concentração popular a partir das 10 horas desta quarta-feira (15), em frente à escola de mecatrônica do SENAI, no centro da cidade, seguida de passeata pela avenida Amazonas, que corta as principais ruas e avenidas do município.    


  
Por todo o país, as centrais sindicais e movimentos populares apostam na mobilização de diversas categorias profissionais nesta quarta-feira como forma de pressionar e influenciar a votações dos parlamentares sobre os temas no Congresso Nacional.  
 
“É um dia de resistência e luta em defesa da aposentadoria, já que a reforma da Previdência, se aprovada da maneira como está elaborada, trará enormes prejuízos para a classe trabalhadora”, argumenta o presidente do Sindicato, João Alves de Almeida.
 


Na carta aberta, as entidades ressaltaram que, neste 15 de março, estarão nas ruas “para gritar pelo “Fora Temer” e para erguer a bandeira pela defesa da democracia, dos direitos sociais e previdenciários dos trabalhadores,” argumentando que as manifestações populares são o melhor caminho para barrar a injusta reforma da Previdência pretendida pelo atual governo de Michel Temer.
 


Leia, a seguir, a íntegra da carta aberta:


CARTA ABERTA À POPULAÇÃO DE BETIM

Prezados cidadãos e cidadãs betinenses,

Estamos diante de uma grande ameaça. O governo do presidente ilegítimo Michel Temer quer aprovar, ainda neste primeiro semestre, a reforma da Previdência, por meio da chamada Proposta de Emenda Constitucional (PEC 287). Se aprovada da maneira como está elaborada, tal reforma irá interferir diretamente na vida de milhares de trabalhadores e trabalhadoras país afora, uma vez que praticamente elimina muitos de nossos direitos e torna ainda mais inacessível, para não dizer impossível, a obtenção da aposentadoria.


Atualmente, não há idade mínima para a aposentadoria por tempo de contribuição. São necessários 35 anos de contribuição ao INSS para os homens e 30 anos, no caso das mulheres. Já para se aposentar por idade, hoje é preciso ter pelo menos 15 anos de contribuição e 65 anos de idade, no caso dos homens, e 60 anos para as mulheres. 



Todavia, o governo de Michel Temer que fixar a idade mínima da aposentadoria em 65 anos – tanto para os homens quanto para as mulheres – desconhecendo, desta forma, as enormes diferenças entre ambos os sexos, já que as condições de trabalho entre homens e mulheres são desiguais. Além disso, quer alterar a forma de cálculo do benefício, trazendo enormes prejuízos para aqueles que conseguirem se aposentar. São medidas não apenas antipopulares, mas, principalmente, absurdas.



Por isso, neste dia 15 de março, a exemplo do que ocorre em todo o país no dia de hoje, os principais sindicatos de trabalhadores de Betim, junto às suas centrais sindicais, entidades e movimentos da sociedade civil organizada, estão nas ruas para gritar pelo “Fora Temer” e para erguer a bandeira pela defesa da democracia, dos direitos sociais e previdenciários dos trabalhadores. 



Nesse sentido, por acreditar que as manifestações de protestos são formas democráticas e legítimas para pressionar os parlamentares no Congresso Nacional, configurando-se, desta forma, como o melhor caminho para barrar esta injusta e inapropriada reforma da Previdência, é que contamos com o apoio de toda à população a esta causa, que também sofrerá os efeitos perversos desta reforma da Previdência, segundo prevista pela PEC 287.



Não à Reforma da Previdência, pelo “Fora Temer” e por nenhum direito a menos!




FONTE
: Imprensa do Sindicato 
 

Enquete

Boletim
Eletrônico

Cadastre-se e receba as
noticias do Sindicato
Rua Santa Cruz, 811 | Centro | Betim - MG | CEP 32600-028 | (31) 3539-6500 | metalurgicosdebetim@metalurgicosdebetim.org.br

Horários de funcionamento do Sindicato:
- Sede: 8h30 às 12h e das 13h às 18h.
Endereço: Rua Santa Cruz, 811, Centro - Betim.
Telefone: (31) 3539-6500.
- Subsede: 8h30 às 16h45.
Endereço: Rua Toyota, 222, bairro Jardim Piemont - Betim.
Telefone: (31) 3597-0260.

Visitas desde junho/2016: 364445
Sindicato dos Metalúrgicos de Betim e Região © 2017 All Rights Reserved.